Tamanho do texto

O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), procurou hoje tranquilizar a população que vive no entorno das represas do Sistema Cantareira. Não há motivo para pânico, afirmou Serra.

"A prevenção bem feita minimiza incrivelmente qualquer espécie de tragédia." Os reservatórios estão no limite de armazenamento por conta das fortes chuvas dos últimos meses.

Ontem, a Companhia de Saneamento do Estado (Sabesp) aumentou a vazão das represas para evitar um extravasamento. A alta dos rios afetaria, sobretudo, os municípios da região de Bragança Paulista, entre eles Atibaia, Bom Jesus dos Perdões e Piracaia.

De acordo com Serra, o governo está em contato permanente com as prefeituras de cidades próximas às represas para alertar os moradores a tempo de deixar a região. Cabe às prefeituras determinarem a desocupação de áreas de risco. "Vamos trabalhar com um nível de segurança, retendo o máximo de água possível e fazendo o vazamento na menor proporção possível", disse o governador.

Serra afirmou que há, sim, áreas com risco eminente de alagamento caso o nível dos rios suba após o aumento da vazão dos reservatórios. "Há áreas em que (o risco) é certo como dois e dois são quatro. Em outras, você deixa em alerta, as pessoas tiram as coisas de maior valor e, se necessário, saem das casas."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.