SÃO PAULO - O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), culpou, após as enchentes, a gestão da petista Marta Suplicy (2001-2004) pela falta de investimentos em limpeza urbana. Por sua vez, o governador paulista, José Serra (PSDB), culpou a natureza pelos problemas causados pelos temporais na terça-feira e disse que seria inevitável haver estragos.

AE
Chuva causou alagamentos na terça
"É um problema que, em grande medida, está na natureza. Uma calamidade como a de ontem (anteontem) nós temos de rezar para que não se repita", disse Serra.

Kassab afirmou que "a ex-prefeita (Marta Suplicy) gastou R$ 590 milhões no último ano da sua gestão com lixo. Em 2008, gastamos R$ 903 milhões. Só falta alguém achar que é pouco." No entanto, o Orçamento deste ano acabou reduzido para R$ 765 milhões. "Se a imprensa ou a população achar que temos de gastar mais, é um direito. Acho o valor adequado e mais do que suficiente para as empresas prestarem um serviço compatível com nosso Orçamento." Esse valor se refere à varrição das vias e coleta domiciliar, industrial, hospitalar e seletiva. O prefeito também alegou que "a cidade está preparada para enfrentar as enchentes".

Kassab negou que o corte de 20% no Orçamento da varrição e coleta de lixo contribuiu com alagamentos e prometeu punir as cinco empresas responsáveis pelo serviço com o rompimento de contrato. O prefeito lembrou também que a população joga lixo nas ruas. "Nós temos cerca de 1.500 pontos de descartes de entulho ilegais. A água da chuva leva esse lixo e contribui para os alagamentos."

Defesa

Em nota, a ex-prefeita Marta Suplicy disse que sua gestão investiu, em média, 1,09% de todo o Orçamento no combate a enchentes, enquanto Kassab chegou a 0,9% em 2008. "Em plena disputa eleitoral, (Kassab) executou a totalidade de recursos disponíveis no Orçamento, com clara aceleração nos meses mais próximos ao pleito." O vereador Donato (PT) disse que "Marta gastou menos porque o Orçamento era de R$ 12 bilhões, metade do de Kassab, de R$ 25 bilhões". As informações são do jornal "O Estado de S. Paulo".

Leia também:

Leia mais sobre: chuva

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.