O governador de São Paulo, José Serra (PSDB), sancionou na segunda-feira a lei que prevê o monitoramento de presos em regime semi-aberto por meio de pulseiras eletrônicas.

A lei estadual foi publicada no Diário Oficial do Estado desta terça-feira e será implementada de forma gradativa. Segundo informações do governo, trata-se da primeira experiência no País.

A lei, que teve origem em projeto de lei do deputado estadual Baleia Rossi (PMDB), permite o monitoramento dos presos condenados por tortura, tráfico de drogas, terrorismo, crimes decorrentes de ações praticadas por quadrilha, entre outros crimes, com direito ao regime semi-aberto.

Caso o preso viole as normas de uso da pulseira, pode ter revogada a condicional, a saída temporária e o recolhimento em estabelecimento penal comum.

Leia mais sobre: Serra  - Pulseira

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.