Serra aposta em ausência de Dilma em debates

A dias de deixar o governo de São Paulo, José Serra deu os primeiros sinais de que já pensa como candidato à Presidência durante viagem a Minas Gerais, na última quarta-feira. Após encontro reservado com o governador do Estado, Aécio Neves, o pré-candidato do PSDB confidenciou a empresários que aposta na ausência da sua principal adversária, a ministra Dilma Rousseff, em debates políticos quando a campanha começar.

Andréia Sadi, iG Brasília |

Segundo Serra, a informação que obteve de que o PT vai filtrar a presença de Dilma em alguns embates, para preservá-la de assuntos polêmicos em um primeiro momento, será usada como trunfo do tucano na corrida presidencial. Dirigentes da campanha de Dilma consideram a informação um delírio, mas o governador se mostrou animado com a estratégia.   

No encontro reservado que tiveram ontem, os governadores discutiram o discurso a ser adotado pelo PSDB na eleição presidencial para fugir da estratégia traçada pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva de estabelecer uma disputa plebiscitária entre o seu governo e o do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso. 

Na última quarta, o governador de Minas reafirmou que confia numa vitória do colega paulista no momento em que a disputa se der apenas entre os candidatos. Para aliados de Aécio, a escolha de Minas como última viagem de Serra no cargo foi vista como mais uma tentativa de convencer o mineiro a compor uma chapa puro-sangue, ideia rejeitada por Aécio.

Aécio assegurou que a candidatura a vice-presidente na chapa tucana não foi tratada na conversa. "Falamos do discurso do PSDB, como o PSDB deve se apresentar daqui por diante como construtor do futuro, para fugirmos dessa comparação (entre os governos Lula e FHC) que não tem sentido, até porque é comparação de dois momentos absolutamente distintos na vida brasileira. E acho que o governador Serra está encontrando esse caminho do discurso". 

José Serra  deixará o governo de São Paulo no dia 31 para disputar a Presidência. No dia 10 de abril, haverá um grande evento em Brasília, para o lançamento de sua pré-candidatura em 10 de abril. Os tucanos esperam reunir duas mil pessoas no encontro.

Leia mais sobre: Eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG