Serra anuncia pacote para combater efeitos da crise em SP

SÃO PAULO - O governador de São Paulo, José Serra, anunciou hoje um pacote de medidas para combater os efeitos da crise financeira internacional no estado. O objetivo é manter o emprego no estado, seguindo a nossa obrigação, disse o governador.

Valor Online |

Segundo ele, a partir de agora o ICMS não será cobrado de empresas do setor produtivo que exportem. O investimento, ao longo do ano, será de R$ 20,6 bilhões. "Os secretários podem começar a comprar. Queremos reformar as escolas e as delegacias o quanto antes", afirmou Serra.

Apesar de a arrecadação se tornar menor, Serra garantiu que não faltará dinheiro para os investimentos: "Temos recursos guardados" e o governo "está fazendo o que pode" para combater a crise, acrescentou.

A previsão é de que sejam mantidos ou criados cerca de 858 mil empregos com os investimentos do estado e da iniciativa privada, por meio de concessões públicas. "Não podemos entrar na espiral da crise", alertou. Além dessas medidas, o pacote inclui a desoneração para micro e pequenas empresas.

A agência de fomento anunciada pelo governador na ocasião da venda da Nossa Caixa também começará a repassar recursos do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) para os micro e pequenos empresários a partir de abril. "A Nossa Caixa Desenvolvimento terá R$ 1 bilhão", informou.

Para os trabalhadores, o governo do estado pretende criar 40 mil vagas em cursos de qualificação para os que não têm direito ao seguro-desemprego, incluindo também uma bolsa-auxílio de R$ 210 durante três meses, mais o auxílio para transporte e alimentação. Os trabalhadores que têm direito ao seguro serão beneficiados com 20 mil vagas em cursos de qualificação com transporte e alimentação gratuitos.

(Agência Brasil)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG