O candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, negou formar uma chapa ¿Serraélio¿, neologismo criado a partir dos nomes Serra e Hélio Costa, pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB e adversário do tucano e atual governador Antonio Anastasia (PSDB)." / Serraélio - Brasil - iG" / O candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, negou formar uma chapa ¿Serraélio¿, neologismo criado a partir dos nomes Serra e Hélio Costa, pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB e adversário do tucano e atual governador Antonio Anastasia (PSDB)." /

Serra admite boa relação com Hélio Costa, mas nega Serraélio

http://images.ig.com.br/ult_us/selo_eleicoes.jpg align=leftO candidato a presidente pelo PSDB, José Serra, negou formar uma chapa ¿Serraélio¿, neologismo criado a partir dos nomes Serra e Hélio Costa, pré-candidato ao governo de Minas Gerais pelo PMDB e adversário do tucano e atual governador Antonio Anastasia (PSDB).

Adriano Ceolin, iG Brasília |

Nessas coisas de casamento, eu defendo a monogamia. Em política eu trabalho assim. Não defendo a poligamia, disse Serra. O tucano, no entanto, afirmou que tem uma boa relação com Hélio Costa, senador e ex-ministro das Comunicações e governo Lula.

Serra deu a declaração durante entrevista à rádio Itatiaia. Na mesma emissora há cerca de duas semans, a candidata do PT à presidência, Dilma Rousseff, afirmou que aceitaria a criação de comitê político Dilmasia ou Anastasia.

O neologismo é referência a possibilidade de fazer uma aliança branca (não-oficial) com o governador tucano. A declaração de Dilma irritou Helio Costa, principalmente porque o PT ainda não definiu o apoio à sua candidatura.

Na oportunidade, Helio Costa admitiu que poderia apoiar o PSDB. Na semana passada, o PT de Minas confirmou a realização de prévias para escolher entre Patrus Ananias e Fernando Pimentel o candidato do partido ao Senado. Nos bastidores, porém, os dois trabalham para disputar o governo de Minas.

Elogios

Serra citou o ex-presidente Tancredo Neves , elogiou o ex-governador Aécio Neves e defendeu obras para o Estado ao qual chamou de o mais de desenvolvido do País. Serra lembrou Tancredo quando falou da consolidação da democracia no País, que completa 25 anos. O Brasil está há 25 anos vivendo em democracia, começando por um mineiro: Tancredo Neves, disse.

Serra chegou a dizer que teve uma namorada mineira ao responder que não é um político com foco em São Paulo. Sou um político nacional. Eu apreendi fazer política em Minas quando estava no movimento estudantil. Eu tinha uma namorada aqui. Sou um político que nasceu em São Paulo. Minas comigo vai estar no coração e na cabeça.

O candidato tucano aproveitou uma pergunta sobre a manutenção ou não do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) para criticar o atual governo, defender mais obras em Minas Gerais e exaltar a condição de Estado desenvolvimentista.

O PAC é uma lista de obras. A gente tem de definir, tocar e fazer. Em Minas, [o PAC] não avançou nos últimos anos, disse Serra. Minas é o estado mais desenvolvido do Brasil. Vamos fazer a estrada que falta para ligar ao Vale do Aço. O metrô de Belo Horizonte.

Leia também

Leia mais sobre:  Serra  - eleições 2010

    Leia tudo sobre: eleições 2010serra

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG