Sergipe registra queda na taxa de mortalidade infantil

ARACAJU - Sergipe registrou uma queda de 28,45% nos casos de mortalidade infantil. É o que revela estudo do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo os dados, o Estado apresenta um índice de 17,10 óbitos para cada mil nascidos vivos. Há três anos o número de óbitos chegava a 23,95 por cada mil.

Agência Nordeste |

A taxa de mortalidade infantil é considerada, universalmente, como um dos melhores indicadores, não apenas da saúde infantil, como do nível sócio-econômico de uma população. Para o secretário de Estado da Saúde, Rogério Carvalho, "os dados demonstram que o governo de Sergipe vem priorizando as áreas que têm relação direta com o direito à vida. Esforços nesse sentido representam contribuir para o aumento da expectativa de vida".

Conforme o IBGE, o índice de mortalidade infantil no País vem caindo significativamente desde a década de 90. Em 1991, a cada grupo de mil crianças nascidas vivas, 45 morreram antes de completar um ano. No Nordeste, nessa mesma época, esse dado era alarmante: 87,3. Em 2007, a taxa nacional baixou para 24 a cada mil nascimentos e a do Nordeste para 38,9, uma queda considerável de 55,4%. Porém, a Região ainda é a que apresenta o índice mais elevado.

Leia mais sobre: mortalidade infantil

    Leia tudo sobre: mortalidade

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG