BRASÍLIA - Sérgio Mamberti foi anunciado, nesta sexta-feira, pelo ministro da Cultura, Juca Ferreira, o novo presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte). Mamberti assume o órgão após o pedido de demissão do ator e diretor teatral Celso Frateschi, acusado de tráfico de influência na concessão de incentivos culturais da Lei Rouanet.

Acordo Ortográfico

Em entrevista coletiva, Juca Ferreira observou que a Funarte precisa voltar a ser nacional, pois a instituição tem uma atuação restrita ao Rio de Janeiro, e muito precariamente em São Paulo e Belo Horizonte. A missão que o Sérgio vai ter é de apresentar ao ministério uma proposta de ampliação e modernização da instituição, apontou.

Segundo o ministro, a Funarte também deverá ter em breve um conselho de fiscalização, controle e gestão. Vamos reunir pessoas notáveis, de conhecimento público, para constituir um cordão de fortalecimento da instituição, disse.

Biografia

Agência Brasil

Mamberti assume a Funarte

Mamberti iniciou a carreira em 1956, em Santos (SP), sua cidade natal. Em 50 anos de carreira, participou de cerca de 70 espetáculos teatrais, 38 filmes e 26 telenovelas. Ator, diretor e produtor cultural, Mamberti estava à frente, desde 2004, da Secretaria da Identidade e da Diversidade Cultural, do ministério da Cultura.

Leia mais sobre Ministério da Cultura

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.