críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao pedido de afastamento do presidente do Senado, José Sarney, pelas direções do PSDB, do DEM e do PDT. Afirmar que o PSDB quer assumir é uma profunda injustiça, disse." / críticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao pedido de afastamento do presidente do Senado, José Sarney, pelas direções do PSDB, do DEM e do PDT. Afirmar que o PSDB quer assumir é uma profunda injustiça, disse." /

Sérgio Guerra rebate críticas de Lula sobre Senado

BRASÍLIA - O presidente nacional do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), em declaração divulgada por sua assessoria, classificou como uma profunda injustiça as http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/07/01/psdb+quer+ganhar+o+senado+no+tapetao+diz+lula+7063925.htmlcríticas do presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao pedido de afastamento do presidente do Senado, José Sarney, pelas direções do PSDB, do DEM e do PDT. Afirmar que o PSDB quer assumir é uma profunda injustiça, disse.

Agência Estado |

Em Sirte, na Líbia, Lula atacou a oposição afirmando hoje que o PSDB quer ganhar o Senado "no tapetão". "O presidente Lula devia saber que estamos fazendo todo o esforço possível para encontrar uma solução para o Senado. Os senadores do PT sabem disso", afirmou Guerra, de acordo com sua assessoria.

Sérgio Guerra explicou que, caso Sarney decida renunciar ao cargo, o senador Marconi Perillo (PSDB-GO), que ocupa a vice-presidência, ficaria apenas trinta dias no cargo. Nesse período, caberia a Perillo, caso a hipótese da renúncia fosse confirmada, convocar eleição para a sucessão de Sarney.

"Não é plausível sua afirmação", argumentou Guerra. E completou: "Um presidente da República não pode viver em cima de um palanque eternamente. Sua afirmação não tem cabimento".

Leia também:

Leia mais sobre José Sarney

    Leia tudo sobre: psdbptsarney

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG