O governador do Estado do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral (PMDB), declarou em nota seu apoio à ministra-chefe da Casa Cilvil, Dilma Rousseff. A ministra anunciou na tarde deste sábado que irá se submeter a um tratamento quimioterápico contra um câncer no sistema linfático.

"Ela demonstrou seriedade e respeito à opiniao pública ao dar total transparência ao assunto. Como amigo e companheiro, rezo para seu pronto restabelecimento. A descrição da doença e o seu diagnóstico nos dão garantias da sua breve recuperação", disse o governador.

Dilma afirmou em entrevista coletiva que o tratamento, previsto para ser realizado a cada três semanas durante quatro meses, não irá atrapalhar sua agenda política.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.