Sequestrador recebe documento que garante sua integridade física, caso se renda

SÃO PAULO - Foi entregue na tarde desta sexta-feira, a Lindembergue Alves, de 22 anos, um documento que garante a sua integridade física, caso ele liberte as duas jovens que mantém reféns em Santo André. A garantia foi assinada pelo promotor Augusto Eduardo Rossini.

Redação |

Acordo Ortográfico Segundo a Polícia Militar, o caso segue sem mudanças, com os policiais negociando com Lindembergue em frente ao prédio. A polícia ainda disse que o advogado, a irmã e o cunhado do rapaz tentaram negociar com ele, sem sucesso.

O caso

Lindembergue Alves, de 22 anos, invadiu o apartamento da ex-namorada Heloá, por volta das 13h30 de segunda-feira, 13, por estar inconformado com o fim do relacionamento com a estudante de 15 anos.

Na noite de terça-feira, ele libertou a amiga da ex-namorada do rapaz, identificada como Nayara. Pouco antes da libertação, às 22h, foi restabelecido o fornecimento de energia elétrica que havia sido cortado seis horas antes. A decisão foi tomada porque, durante a tarde, um tiro havia sido disparado dentro do apartamento e a refém seria liberada.

Nayara acabou por ser rendida novamente na manhã da última quinta-feira. Seu retorno foi pedido pelo sequestrador como condição para a libertação de Heloá, mas, quando a menina entrou no apartamento, se tornou refém de novo.

Nesta sexta-feira, a visibilidade do que acontece no prédio está prejudicada por uma névoa que cobre o local.

Leia mais sobre: sequestro

    Leia tudo sobre: seqüestro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG