Pesquisadores norte-americanos desenvolveram um sensor do tamanho de um selo para identificar gases venenosos e toxinas. Em contato com as substâncias, o sensor apresenta determinados padrões de bolinhas coloridas.

Cada padrão corresponde a um composto tóxico diferente. A pesquisa foi financiada com dinheiro do Instituto Nacional de Ciências da Saúde Ambiental, nos Estados Unidos, e publicada na revista Nature Chemistry. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

AE

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.