Senadores querem suspensão da operação Arco de Fogo

BRASÍLIA - Os senadores Flexa Ribeiro (PSDB-PA), Jayme Campos (DEM-MT) e Expedito Júnior (PR-RO) vão propor na próxima terça-feira (22) a obstrução da pauta de votações no Senado até que sejam suspensas as ações da Operação Arco de Fogo, no Pará. Eles estão naquela região colhendo informações para duas comissões da Casa que acompanham a crise ambiental na Amazônia.

Agência Estado |

Para os senadores, a suspensão da operação é necessária para que as comissões tenham tempo de avaliar a eficácia das ações e propor alternativas aos setores que se encontram paralisados em decorrência da intervenção.

Ontem, a Assembléia Legislativa do Pará realizou audiência pública para que senadores e deputados federais pudessem avaliar a opinião de empresários, industriais e trabalhadores sobre as ações do governo relativas à preservação de áreas ambientais. A operação tem sido alvo de revolta do empresariado do setor e dos deputados estaduais, que argumentam, a legislação ambiental tem sido rígida e "pouco sensível" à atividade madeireira típica da região.

A Operação Arco de Fogo é um trabalho conjunto da Polícia Federal, do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e da Força Nacional de Segurança contra o desmatamento ilegal.

    Leia tudo sobre: amazonia

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG