Senadores ignoram pergunta sobre nepotismo

Responsáveis por auxiliar o presidente do Senado, Garibaldi Alves (PMDB-RN), a resolver o problema do nepotismo na Casa, a maioria dos integrantes da Mesa Diretora sequer prestou explicações ao peemedebista, que questionou-os formalmente se eles tinham parentes em seus gabinetes. Dos 11 integrantes da Mesa, sete não responderam ao ofício de Garibaldi.

Congresso em Foco |

No total, apenas 40 senadores explicaram, até a manhã desta terça-feira, se contratavam familiares ( saiba quem são eles ). Destes, apenas Epitácio Cafeteira (PTB-MA) e Gilberto Goellner (DEM-MT) admitiram a prática considerada ilegal por súmula do Supremo Tribunal Federal (CTF).

Dos 11 integrantes da Mesa, não prestaram explicações formais à Presidência: o vice-presidente, Alvaro Dias (PSDB-PR), o primeiro-secretário, Efraim Morais (DEM-PB), o segundo-secretário, Gérson Camata (PMDB-ES), o quarto-secretário, Magno Malta (PR-ES), e os suplentes Antônio Carlos Valadares (PSB-SE), João Vicente Claudino (PTB-PI) e Flexa Ribeiro (PSDB-PA).

Leia mais no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congresso em foco

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG