Senadores criam grupo para retirar Sarney da presidência do Senado

BRASÍLIA - Senadores do PSDB, DEM e do PDT criaram um grupo para defender o afastamento de José Sarney (PMDB-AP) da presidência do Congresso. Eles aguardam resposta do PT e do PSB para saber se as duas siglas também vão se juntar à ¿frente pela dignidade do Senado¿, como apelidou o líder tucano Arthur Virgílio (AM).

Severino Motta, repórter em Brasília |

Agência Brasil
Sarney chega ao Senado nesta segunda

O presidente do PSDB, senador Sérgio Guerra (PE), disse ainda que o grupo vai endurecer o discurso contra os aliados de Sarney, que desde ontem entraram em guerra, não aceitando que qualquer denúncia ou acusação fique sem resposta.

Vamos ser incisivos e constantes, não vamos aceitar provocações de ninguém. Hoje há uma abismal diferença entre o que se discute aqui no Senado e o que quer a população, disse Guerra.

O grupo ainda analisa a possibilidade de subscrever requerimentos no Conselho de Ética da Casa caso o presidente do colegiado, senador Paulo Duque (PMDB-RJ), arquive as seis denúncias e cinco representações contra Sarney.


Leia também


Leia mais sobre crise no Senado


    Leia tudo sobre: ato secretodemdemocratasoposiçãopdtpsdbsarneysenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG