Senador Augusto Botelho nega intenção de sair do PT

BRASÍLIA - O senador Augusto Botelho (PT-RR) negou, nesta sexta-feira, a intenção de sair do partido. Quem inventou essa mentira? Sou pré-candidato à reeleição pelo meu Estado. Vou continuar no PT, afirmou.

Camila Campanerut, repórter em Brasília |


O senador foi um dos primeiros a chegar no plenário do Senado nesta sexta-feira e, ao lado do senador Eduardo Suplicy (PT-SP), aguarda o início do discurso do senador Aloizio Mercadante (PT-SP), que disse que renunciaria à liderança do partido na Casa.

Botelho defende o senador Mercadante e alega que ele nunca sugeriu nada contra as decisões pessoais dele. "Não assinei ontem [quinta-feira] o recurso contra o arquivamento das ações sobre o presidente do Senado José Sarney (PMDB-AP). Não tomei nenhuma atitude para não fragilizar o nosso líder, que está numa situação difícil", disse.

"Acho que o presidente Sarney deveria se afastar para que as investigações fossem realizadas", acrescentou Botelho.

Sobre o discurso de Mercadante, o senador Eduardo Suplicy afirmou não saber qual o teor do pronunciamento do colega petista após a conversa com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Questionado se ele aceitaria ser líder do partido no Senado, Suplicy declarou que não cabe a ele e sim aos outros senadores decidir.

Leia também:



Leia mais sobre:
crise no Senado

    Leia tudo sobre: parlamentaressenadosenadores

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG