Senador anuncia renúncia à comissão do Mercosul

O senador Geraldo Mesquita (PMDB-AC) anunciou hoje, em plenário, que renunciará ao cargo de presidente da representação brasileira no Parlamento do Mercosul. A representação funciona em uma comissão mista do Congresso criada para discutir a posição do Brasil no bloco econômico, mas, desde que foi eleito, no ano passado, ele não conseguiu respostas de nenhum dos ministros convidados a comparecer para falar da posição do governo brasileiro nos assuntos discutidos pelo Mercosul.

Agência Estado |

O senador se referiu, entre outros requerimentos, ao que foi encaminhado dia 28 de agosto do ano passado ao ministro da Educação, Fernando Haddad, que ficou sem resposta. O mesmo aconteceu com o convite feito aos ministros da Ciência e Tecnologia, Sérgio Rezende, do Esporte, Orlando Silva, e da Cultura, Gilberto Gil.

Mesquita lembrou que tem feito críticas pontuais ao governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, mas que, na questão do Mercosul, entende que o presidente tem agido de forma correta. O senador disse que é por isso que não entende "a atitude desrespeitosa e deselegante dos ministros."

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG