Senado exonera filha de secretário da Receita Federal

O Senado exonerou nesta terça-feira Leda Camila Pessoa de Mello Cartaxo do cargo em comissão de assistente parlamentar. Ela é filha do secretário da Receita Federal, Otacílio Cartaxo, e trabalhava para o senador Roberto Cavalcanti (PRB-PB) desde março.

Agência Estado |

O parlamentar é acusado pelo Ministério Público da Paraíba (MP-PB) de crime de sonegação de impostos. O ato de demissão de Leda Cartaxo está no Diário Oficial da União desta terça-feira.

Cartaxo foi nomeado para a Receita Federal em substituição a Lina Vieira. A exoneração da ex-secretária provocou uma rebelião na entidade. Nesta segunda-feira, 12 integrantes da cúpula da Receita pediram demissão. Em carta encaminhada ao secretário Otacílio Cartaxo, os demissionários condenam o que chamam de "clara ruptura com a orientação e as diretrizes que pautavam a gestão anterior".

Na semana passada, Lina Vieira reafirmou na Comissão de Constituição e Justiça declarações dadas à imprensa de que a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, pediu para ela apressar a fiscalização do empresário Fernando Sarney, filho do presidente do Senado, José Sarney (PMDB-AP). A ministra nega a reunião e o pedido.

    Leia tudo sobre: receita federal

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG