Haroldo Tajra e Doris Peixoto, respectivamente. Tajra estava lotado na primeira secretaria da Casa e Doris presidiu a comissão que investigou os atos secretos." / Haroldo Tajra e Doris Peixoto, respectivamente. Tajra estava lotado na primeira secretaria da Casa e Doris presidiu a comissão que investigou os atos secretos." /

Senado exonera diretor-geral e diretor de Recursos Humanos

BRASÍLIA - O primeiro-secretário da Casa, Heráclito Fortes (DEM-PI), disse nesta terça-feira que o presidente José Sarney (PMDB-AP) vai exonerar o atual diretor-geral do Senado, Alexandre Gazineo, e o de Recursos Humanos, Ralph Campos. Em seus lugares entram http://ultimosegundo.ig.com.br/brasil/2009/06/23/nova+diretora+foi+chefe+de+gabinete+de+roseana+diretor+geral+e+ligado+a+heraclito+6912912.html target=_topHaroldo Tajra e Doris Peixoto, respectivamente. Tajra estava lotado na primeira secretaria da Casa e Doris presidiu a comissão que investigou os atos secretos.

Severino Motta, repórter em Brasília |

De acordo com Heráclito, os novos diretores vão ter um mandato interino de 90 dias. Isso porque os senadores debatem uma proposta para que o cargo de diretor-geral seja preenchido por um servidor apoiado pela maioria do plenário.

Apesar do anúncio, Heráclito não especificou quais as irregularidades cometidas pelos diretores exonerados no episódio dos atos secretos do Senado. Tal explicação deve ser dada logo mais, em reunião da Mesa Diretora, quando o relatório da Comissão que apurou as irregularidades vai ser apresentado. Sabe-se, contudo, que as assinaturas de Agaciel e Gazineo constam em atos não publicados pelo Senado.

A exoneração dos servidores é uma resposta da direção da Casa às críticas feitas nesta segunda-feira por vários senadores, que se queixaram dos poderes concedidos ao ex-diretor-geral Agaciel Maia e o ex de Recursos Humanos, João Carlos Zoghbi.

Apesar da demissão do cargo, os ex-diretores continuam funcionários do Senado. Isso porque, para existir demissão de servidores efetivos no serviço público é preciso a abertura de um processo com esse objetivo.
Heráclito não confirmou a instauração de tal processo.

A nova diretora de Recursos Humanos do Senado é ex-chefe de gabinete da ex-senadora Roseana Sarney. diretora de Recursos Humanos do Senado Já Haroldo Tajra é consultor legislativo lotado na primeira-secretaria do Senado, chefiada pelo senador Heráclito Fortes (DEM-PI).

Atos secretos

Os atos secretos do Senado foram revelados pelo jornal O Estado de S. Paulo. Cerca de 600 documento com nomeações, exonerações e ampliações de salários foram editados sem a publicação no boletim de pessoal da Casa, o que fere a Constituição.

Em sua defesa, senadores envolvidos nos atos disseram que o diretores responsáveis pela publicação, no caso Agaciel, Zoghbi e mais recentemente Gazineo, foram os responsáveis pelo erro.

Senadores pressionam Sarney por solução


Leia também:

Leia mais sobre: atos secretos

    Leia tudo sobre: ato secretobrasiliasenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG