Senado: ex-diretor investigado pode se aposentar

O ex-diretor de Recursos Humanos do Senado João Carlos Zoghbi deve receber autorização para se aposentar. Segundo o diretor-geral da Casa, Alexandre Gazineo, Zoghbi preenche os requisitos necessários para assegurar benefício (idade e tempo de contribuição). Investigado por uma comissão de sindicância sob a acusação de comandar esquema irregular de operações de empréstimo consignado, Zoghbi está afastado da diretoria de RH desde 13 de março, devido a outra denúncia: ele repassou a familiares o uso de imóvel funcional do Senado.

Congresso em Foco |

Servidor concursado e lotado no Instituto Legislativo Brasileiro (ILB), Zoghbi terá um problema pela frente: o corregedor do Senado, Romeu Tuma (PTB-SP), afirmou que pediria ao primeiro-secretário, Heráclito Fortes (DEM-PI), o adiamento da resposta ao pedido de aposentadoria de Zoghbi, até a conclusão das investigações. O objetivo é facilitar os procedimentos de corte de benefícios trabalhistas que a Casa deve executar em caso de punição do ex-diretor.

Leia reportagem completa no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: joão carlos zoghbisenado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG