Senado começa a analisar a reforma eleitoral

A reforma eleitoral deve dar nesta quarta-feira (19) seus primeiros passos no Senado. Os senadores Eduardo Azeredo (PSDB-MG) e Marco Maciel (DEM-PE) pretendem apresentar nesta quarta-feira, nas comissões de Ciência e Tecnologia (CCT) e de Constituição e Justiça (CCJ), respectivamente, seus relatórios sobre a matéria aprovada pelos deputados em 8 de julho. O projeto, que saiu da Câmara muito criticado por regular o uso da internet e afrouxar as regras para a prestação de contas dos candidatos, é alvo de novas discordâncias no Senado.

Congresso em Foco |

Há pelo menos três temas sem consenso. São eles: a publicidade paga na internet, a adoção do voto impresso e a possibilidade de o eleitor votar em trânsito para presidente da República. Durante toda a tarde desta terça-feira (18), assessores de Maciel, relator na CCJ, de Azeredo, responsável pela análise na CCT, e consultores do Senado tentavam elaborar o texto do relatório. Caso os técnicos da Casa consigam finalizar a redação final até o horário de funcionamento das comissões, os relatórios serão apresentados ainda nesta quarta.

Leia a reportagem completa no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: congressocongresso em focoparlamentares

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG