Senado aprova entrada da Venezuela no Mercosul

BRASÍLIA (Reuters) - O Senado aprovou nesta terça-feira por 35 votos a favor e 27 contra o protocolo de adesão da Venezuela ao Mercosul, após um longo período de debates entre senadores governistas e de oposição. A oposição se utilizou do argumento da condição da democracia no país de Hugo Chávez para protelar a decisão.

Reuters |

"Eu voto contra o regime ditatorial da Venezuela", disse o líder do PSDB, senador Arthur Virgílio (PSDB-AM).

O protocolo foi assinado em 2006 e exige a aprovação de todos os países integrantes do bloco. Além do Brasil, Argentina e Uruguai já aprovaram. Falta a votação pelo Congresso do Paraguai.

"O isolamento político não resolve os problemas entre as nações. Nós precisamos avançar na integração regional", disse o senador Aloizio Mercadante (SP), líder do PT.

Estão em jogo dezenas de bilhões de dólares em comércio e investimento com o país rico em petróleo.

Chile, Bolívia, Peru, Equador e Colômbia são membros associados do bloco.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello, Edição de Carmen Munari)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG