Senado adia votações para a próxima semana

Diante da falta de quórum na véspera do feriado de 1º de Maio e da insistência da oposição em manter o protesto contra medidas provisórias que tratam de créditos extraordinários, o Senado decidiu transferir suas votações para a próxima semana.

Agência Estado |

Após reunião com os líderes partidários ontem, o presidente do Senado, Garibaldi Alves Filho, anunciou que não havia acordo para votar as MPs 408/07 e 409/07, que abrem crédito para vários ministérios.

Garibaldi afirmou, porém, que a Casa está pronta para votar a partir da próxima semana as matérias, que estão sendo sugeridas pelos próprios líderes, segundo informou a Agência Senado no seu site na manhã de hoje. "O que está havendo é aquele problema: as medidas provisórias trancam a pauta e a oposição se recusa a votar simplesmente contra as medidas provisórias. A oposição quer votação no painel, quer que se confirme o quórum e termina sem votar, o que é deplorável para o Congresso e para o Senado", disse o presidente do Senado.

Os senadores Alvaro Dias (PSDB-PR) e José Agripino (DEM-RN) disseram que a oposição está disposta a votar, mas exigirá votação nominal enquanto o Supremo Tribunal Federal (STF) não se pronunciar sobre a ação direta de inconstitucionalidade (ADI) que questiona a validade de MPs relacionada à abertura de créditos.

    Leia tudo sobre: senado

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG