Sem-terra tentam invadir supermercado em AL

Cerca 300 trabalhadores rurais sem-terra, ligados à Comissão Pastoral da Terra (CPT), tentaram invadir hoje o supermercado Hiper-Bompreço, localizado no centro de Maceió. Quando os sem-terra chegaram, as portas do estabelecimento foram fechadas e a Polícia Militar foi acionada.

Agência Estado |

Os policiais se posicionaram na frente do mercado e impediram o avanço dos sem-terra. Segundo o coordenador da CPT em Alagoas, Carlos Lima, os trabalhadores foram ao supermercado pedir a liberação de cestas básicas para os 800 integrantes do movimento que estão acampados, desde o início da semana, na Praça Sinimbu, a menos de cem metros do estabelecimento.

"Há quatro meses que a superintendência do Incra (Instituto Nacional de Colonização e Reforma Agrária) não libera alimentos para os acampamentos e assentamentos de sem-terra. Por isso, o desespero é grande e fica difícil conter a fúria de quem passa fome", justificou Lima. Representantes da CPT, o gerente do Hiper-Bompreço e oficiais do Centro de Gerenciamento de Crises da Polícia Militar de Alagoas se reuniram para discutir a situação.

Os sem-terra disseram que só desocupariam o estacionamento do supermercado depois de receberem cestas básicas. Funcionários do supermercados estavam assustados e disseram que esta não é a primeira vez que os sem-terra ameaçam invadir o estabelecimento. Eles comentaram que das outras vezes os sem-terra só foram embora depois que conseguiram os alimentos que queriam.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG