imortal da Academia Alagoana de Letras - Brasil - iG" /

Sem ter um livro publicado, Collor é o novo imortal da Academia Alagoana de Letras

O ex-presidente e atual senador por Alagoas, Fernando Collor de Mello (PTB), foi eleito nesta quarta-feira o mais novo integrante da Academia Alagoana de Letras. Apesar de não ter livros publicados, ele ocupará a cadeira de número 20, que pertencia ao médico Ib Gatto Falcão, ex-presidente da Academia, falecido em dezembro de 2008, aos 93 anos.

Agência Estado |

A eleição do senador foi feita com base nos artigos publicados em jornais na imprensa local e nacional. Collor foi representado pelo presidente do Instituto Arnon de Mello, Carlos Mendonça. Segundo Mendonça, o senador disse que se sentiu honrado com a eleição. A posse ainda não foi marcada.

Collor era candidato único e obteve 22 votos dos 30 membros da Academia que compareceram à votação. Foram computados ainda 8 votos em branco e nenhum nulo. O presidente da Academia, bispo D. Fernando Iório, disse que nunca tinha visto uma votação tão expressiva quanto essa.

O presidente da entidade disse ainda que diferente de outras eleições, como não havia disputa, não houve pedido de voto. "O ex-presidente foi eleito pela sua produção jornalística impecável, por seus artigos e discursos", afirmou o bispo, que também é jornalista e escritor.

Ao se candidatar, em dezembro do ano passado, Collor apresentou à Academia uma coletânea dos discursos e artigos sobre os mais variados temas. Também mostrou esboço do livro que escreve há anos sobre sua versão do impeachment. Segundo seus assessores, o livro intitulado "A crônica de um golpe" está em fase de produção.

Leia mais sobre: Collor

    Leia tudo sobre: collorlivro

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG