Sem Lula, pré-sal e escândalo mobilizam Brasília nessa semana

BRASÍLIA (Reuters) - Depois de uma semana curta por conta do Carnaval, o Congresso Nacional tenta nesta semana retomar um ritmo normal de trabalho, com foco principal nos projetos do pré-sal, ao mesmo tempo em que o STF e a Câmara Legislativa do Distrito Federal devem gerar novidades sobre o escândalo que atingiu o DF. O Supremo Tribunal Federal pode analisar o pedido de habeas corpus impetrado pela defesa do governador licenciado José Roberto Arruda, que teve sua prisão preventiva decretada pelo Superior Tribunal de Justiça antes do Carnaval, acusado de tentar corromper uma testemunha em meio a um escândalo de um suposto esquema de pagamentos de propina.

Reuters |

Já o governador interino do DF, Paulo Octávio, pode ser expulso do Democratas nesta semana.

E a maré de más notícias continua para o DEM. No final de semana foi noticiada a decisão de um juiz da 1a Zona Eleitoral de São Paulo, que cassou o mandato do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, por doações que considerou ilegais na campanha de 2008. Os advogados de Kassab devem recorrer da decisão nesta segunda-feira.

Na Câmara dos Deputados, os parlamentares esperam conseguir avançar nas votações dos projetos do pré-sal. O primeiro a ser apreciado será o que trata da criação do Fundo Social. Ainda falta a conclusão do projeto que estabelece o regime de partilha na exploração e o início dos debates em plenário sobre o que define a capitalização da Petrobras.

No front externo, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva vai ao México, onde participa de duas cúpulas regionais, e visita Haiti, Cuba e El Salvador.

SEGUNDA-FEIRA

-- O presidente Lula participa da Cúpula da Unidade da América Latina e do Caribe (Calc) e da Cúpula do Grupo do Rio, em Cancun, no México. Dentre os temas a serem debatidos nos eventos, estão a ajuda ao Haiti, a integração regional e o bloqueio econômico a Cuba.

-- No Distrito Federal, a Câmara Legislativa deve definir presidente e relator para a comissão especial que analisará os pedidos de impeachment contra José Roberto Arruda e Paulo Octávio.

-- Advogados do prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab (DEM), devem recorrer da cassação de seu mandato por um juiz da 1a Zona Eleitoral de São Paulo.

TERÇA-FEIRA

-- A Comissão de Assuntos Econômicos do Senado deve realizar sabatina de Carlos Hamilton Vasconcelos Araújo, indicado para a diretoria de Assuntos Internacionais do Banco Central, no lugar de Maria Celina Berardinelli Arraes.

-- Na Câmara dos Deputados, os líderes partidários devem definir os presidentes das comissões permanentes.

QUARTA-FEIRA

-- O presidente Lula passa o dia em Cuba, em visita oficial. Além dos encontros com o presidente do país, Rául Castro, e Fidel Castro, Lula participa de reunião do Grupo de Trabalho Brasil-Cuba para Assuntos Econômicos e Comerciais.

QUINTA-FEIRA

-- Lula visita a capital do Haiti, Porto Príncipe. Ele irá sobrevoar a cidade e visitar as tropas brasileiras da missão da ONU, a Minustah.

SEXTA-FEIRA

-- Em El Salvador, Lula reúne-se com o presidente do país Maurício Funes. Na pauta, estão empréstimos do BNDES e iniciativas de cooperação no setor energético.

(Reportagem de Maria Carolina Marcello)

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG