Seis operários de Angra 2 sofrem radiação, diz empresa

RIO DE JANEIRO - A Eletronuclear informou nesta terça-feira que seis funcionários da usina Angra 2, em Angra dos Reis, receberam radiação num incidente ocorrido no dia 15.

Redação com Agência Estado |

Em nota, a Eletronuclear informa que o alarme que indica "Evento Não Usual" na usina disparou devido à falha no procedimento da descontaminação de um equipamento.

Um dos empregados não teria fechado a porta ao entrar em uma sala, o que é um procedimento obrigatório. Assim, houve a liberação de material radiativo no local onde o trabalho estava sendo executado.

A fuligem do material que era descontaminado na sala foi aspirada pelo sistema de ventilação, disparando o alarme da usina. Em seguida, os seis funcionários que estavam na região do incidente passaram por um processo de descontaminação.

De acordo com a Eletronuclear, o nível de radiação a que eles tiveram contato não é suficiente para causar danos à saúde.

O comunicado da estatal também diz que "não houve impacto para o meio ambiente, para os trabalhadores da usina e para o público em geral" e que o "evento foi comunicado à Comissão Nacional de Energia Nuclear e à Prefeitura de Angra dos Reis."


Leia mais sobre: radiação

    Leia tudo sobre: radiação

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG