Seis arrozeiros ainda resistem à demarcação da Raposa Serra do Sol, diz Funai

BRASÍLIA - O presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai), Márcio Meira, afirmou nesta sexta-feira que apenas seis arrozeiros das cerca de 200 famílias que ocupavam a terra indígena Raposa Serra do Sol, em Roraima, permanecem no local. De acordo com Márcio Meira, somente um deles resiste violentamente à negociação com a Polícia Federal.

Caroll Andrade e Sarah Barros- Santafé Idéias |

Esse líder tem um nome: é Paulo César Quartiero, que enriqueceu e tem reagido à presença do Estado Democrático de Direito, de forma violenta, invadindo escolas, queimando pontes, com armas, disse. Márcio acrescentou que o líder dos arrozeiros foi preso pela Polícia Federal (PF) por desacato à autoridade há algumas semanas atrás.

Meira também questionou, durante chat promovido pelo Portal iG em parceria com a Santafé Idéias, evento em que pessoas encapuzadas, armadas com arco e flechas, resistiram à atuação do Estado, dizendo-se índios. Foi aí que o Supremo Tribunal Federal resolveu suspender a ação [iniciada no dia 27 de março pela PF para retirar os ocupantes], explicou.  

Na última quarta-feira (dia 9), o STF decidiu suspender a operação Upatakon 3, atendendo ao pedido do governador de Roraima, José de Anchieta Júnior (PSDB), que teme a eclosão de um confronto entre os arrozeiros, os índios e a PF. A decisão valerá até o julgamento de mérito de uma das várias ações propostas pelo governo de Roraima com objetivo de evitar a desocupação da área. A ameaça de conflito social na região levou o relator da ação, ministro Carlos Ayres Britto, a comprometer-se em colocar a matéria em votação tão logo uma dessas ações tenham pareceres da Advocacia Geral da União (AGU) e da Procuradoria Geral da República (PGR).

A Raposa Serra do Sol abrange uma área contínua de 1,7 milhão de hectares, com características ambientais do cerrado, na fronteira do Brasil com a Venezuela. Nela vivem cerca de 20 mil índios, a maioria deles da etnia macuxi. Entre os grupos menores estão os uapixanas, ingaricós, taurepangs e outros.

Leia mais sobre: índios

    Leia tudo sobre: índios

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG