Seguranças de Paes foram interceptados, diz delegada

RIO DE JANEIRO - A delegada Bárbara Lomba, da 15º Delegacia de Polícia (Gávea), informou neste sábado que a troca de tiros envolvendo seguranças do governador do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), ocorreu quando um veículo com placa raspada com dois homens fez uma manobra que interceptou quatro policiais militares cedidos à prefeitura.

Agência Estado |

O tiroteio assustou motoristas que passavam pela Estrada das Canoas, em São Conrado, na zona sul da cidade.

Durante uma troca de tiros, o carro dos bandidos deu ré e colidiu em um automóvel onde estavam policiais civis, que ao perceberem o confronto tentaram auxiliar os militares.

Apesar de encurralados, os bandidos conseguiram escapar e seguiram em direção à São Conrado. Ainda segundo a delegada, a perícia dos dois carros e também das armas já foi feita.

Ninguém ficou ferido no tiroteio, que acorreu após os guarda-costas deixarem Eduardo Paes na Gávea Pequena, residência oficial da prefeitura, também na zona sul do Rio.

Leia também:

    Leia tudo sobre: violência

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG