Segurança de banco atira em cliente em São Paulo

O segurança Jorge Francisco dos Santos, 47 anos, foi preso ontem por tentativa de homicídio. Ele se envolveu numa discussão dentro da agência bancária em que trabalha e atirou à queima-roupa contra um cliente.

Agência Estado |

José Tadeu Caruso, 51 anos, levou um tiro entre o coração e clavícula e seu estado de saúde é grave. O caso aconteceu na agência da Caixa Econômica Federal (CEF) da Avenida Professor Francisco Morato, no Butantã, zona oeste da cidade.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública (SSP), Caruso e sua mulher - que não teve o nome revelado - entraram ontem à tarde na agência. Ele passou pela porta giratória, mas ela não. O detector de metais travou o mecanismo da porta.

O segurança aconselhou a mulher a colocar suas chaves e celular no compartimento da porta e retornar. Ela acatou a ordem e a porta destravou. O casal entrou, mas Caruso teria dito à mulher, segundo a SSP, que iria dar um soco na cara do vigia. Ele se aproximou do segurança e começou o bate-boca.

O gerente da agência da CEF contou à polícia que Caruso não chegou sequer a “encostar a mão no segurança”. Mesmo assim, Santos sacou a arma e, a menos de dois metros de distância, atirou.

Uma pessoa viu uma viatura da Polícia Militar passar e avisou os policiais. Eles foram até a agência, prendaram o segurança e apreenderam o revólver calibre 38 dele. Caruso foi levado para o Hospital das Clínicas (HC), onde continuava internado até a noite de ontem. O vigia foi encaminhado ao 34º Distrito Policial (Vila Sônia), onde foi autuado pelo crime de tentativa de homicídio. As informações são do Jornal da Tarde.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG