Segurança atira contra fotógrafo da AFP na festa de casamento de Gisele Bundchen

Um fotógrafo da Agência France-Presse, que tentava fazer a cobertura da festa de casamento da top-model brasileira Gisele Bundchen com o jogador de futebol americano Tom Brady na Costa Rica, foi alvo de um tiro disparado por um segurança, que alvejou o carro em que estava o jornalista.

AFP |

O incidente ocorreu após uma discussão com os guarda-costas encarregados de manter a ordem na festa organizada no sábado à noite na propriedade que pertence à modelo internacional na localidade turística de Santa Teresa, invadida por paparazzi.

Uma queixa foi apresentada à Polícia e às autoridades judiciais da Costa Rica.

Yuri Cortez, fotógrafo salvadorenho da AFP, disse que não tinha entrado na propriedade. Ele contou que o tiro havia sido disparado por um segurança americano, que exigiu que entregasse a sua máquina fotográfica agarrando-o pelo braço.

Duas pessoas, apresentando-se como responsáveis pela segurança e um amigo do noivo, em seguida, exigiram do fotógrafo o chip de seu aparelho, o que ele se recusou a fazer.

Ao se distanciar a bordo de seu carro com um amigo, Yuri Cortez percebeu, ao olhar pelo retrovisor, que o responsável pela segurança entregou uma arma ao guarda-costas.

"Pisei fundo no acelerador, e ouvi o tiro que estourou o vidro traseiro e estilhaçou o parabrisa", contou ele. "Não fui atingido por pouco. Esse dia foi como um renascimento", acrescentou o fotógrafo, ainda muito assustado.

Segundo o site da revista People, Gisele Bündchen, de 28 anos, uma das top-models mais bem pagas do mundo, casou-se em 26 de fevereiro com Tom Brady, de 31 anos, membro da equipe do New England Patriots.

af/dm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG