Segunda noite do Carnaval de São Paulo começa com homenagem a Ribeirão Preto

São Paulo, 13 fev (EFE).- A segunda noite de desfiles das escolas de samba do Grupo Especial do Carnaval de São Paulo começou hoje com o desfile da Águia de Ouro, que homenageia a cidade de Ribeirão Preto, no interior paulista, empório do etanol e do café.

EFE |

Com o enredo "Ribeirão Preto, região à frente de seu tempo: Da Mineração ao Agronegócio, Terra de Liberdade e Riqueza", a escola abriu os desfiles no sambódromo do Anhembi, que mais uma vez teve lotação esgotada, com cerca de 26 mil espectadores.

As cores azul e branco deram vida uma coreografia de fantasias, carros alegóricos, máscaras e fantasias alusivas à próspera cidade do interior do estado de São Paulo, pólo industrial do etanol e do café, produtos dos quais o Brasil é o maior exportador mundial.

Na sequência das sete escolas que fecham a apresentação do Grupo Especial, os 3.500 integrantes da Tom Maior apresentam o enredo "Brasília, Do Sonho à Realidade... Uma Homenagem de São Paulo aos 50 Anos da Capital Coração do Brasil".

Também com 3.500 integrantes, a campeã de 2009, Mocidade Alegre, apresenta um tema religioso com "Da Criação do Universo ao Sonho Eterno do Criador - Eu sou Espelho e me Espelho em quem me Criou".

A tradicional X-9 Paulistana, com 3 mil participantes, vai fazer uma homenagem aos colonizadores do Brasil, os portugueses, com "A Herança Lusitana nos une... Ora, pois! A X-9 é Portuguesa com Certeza".

A seguir, pisa no sambódromo a Gaviões da Fiel, que terá entre outros destaques na passarela do samba o atacante Ronaldo 'Fenômeno' e a estudante Geisy Arruda, que ficou famosa pelo episódio do vestido "curto demais" na faculdade Uniban.

O centenário de fundação do Corinthians, cuja principal torcida organizada deu origem à Escola, é o tema da apresentação. Os 3.600 membros vão desfilar ao som do samba-enredo "Corinthians... Minha Vida, Minha História, Meu Amor".

A Império da Casa Verde é mais uma a homenagear uma cidade do interior de São Paulo, com o enredo "Itu, Fidelíssima Terra de Gigantes". Justificando a fama da cidade, onde tudo é grande, a escola conta com o maior número de integrantes entre todas as que competem no grupo especial: 4.300.

A Pérola Negra entra no sambódromo já ao amanhecer, fechando a segunda e última noite de desfile com "Vamos tirar o Brasil da Gaveta", em homenagem ao cantor, compositor e ator paulista Rolando Boldrin.

Nas noites de domingo e segunda-feira acontecem as apresentações das agremiações do Grupo de Acesso paulistano. EFE wgm/fm

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG