Segunda fase da Unicamp começa hoje e vai até quarta

A Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) começa hoje a segunda etapa de seu vestibular em 21 cidades do País. São 14.

Agência Estado |

706 candidatos que concorrem a 3.444 vagas em 66 cursos da universidade e em 2 da Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto (Famerp).

A segunda fase é composta por oito provas dissertativas, divididas em quatro dias. Cada uma delas tem 12 questões, que valem 48 pontos e devem ser respondida em até quatro horas. Hoje, os candidatos fazem a prova de língua portuguesa e ciências biológicas; amanhã, química e história. Na terça-feira é a vez de física e geografia e, na quarta, matemática e inglês.

Os locais de prova estão disponíveis em www.comvest.unicamp.br. É recomendado checar o endereço, que pode ser diferente do da primeira fase. Além disso, houve mudança de cidade em alguns casos.

Todos os dias, os exames começam às 14 horas, mas os portões fecham às 13h45. A recomendação é que os candidatos cheguem às 13 horas, com o original do documento usado na inscrição, lápis, caneta azul ou preta, borracha e uma régua. Aqueles que não levaram na primeira fase uma foto 3x4 recente, colorida e datada, devem entregá-la hoje - caso contrário, podem ser desclassificados.

Tranquilidade

O fato de o vestibular da Unicamp não ter mudado, para os estudantes e professores de cursinho, pode deixar o candidato mais tranquilo. "Saber que não houve mudança dá mais segurança sim", afirma o coordenador da Unidade Paraíso do COC, Fábio Rendelucci.

Em 2009, Fuvest e Unesp modificaram a estrutura de suas provas. Para o vestibular 2011, no entanto, a Unicamp já anunciou alterações. Na primeira fase, as provas terão testes e três redações. Já a segunda terá três provas: linguagens, humanidades e ciência.

Enquanto o exame não muda, os coordenadores de cursinho lembram que a principal dificuldade do modelo atual é o tempo. "É pouco para resolver tudo", afirma Alberto do Nascimento, do Anglo. Os alunos concordam. "É corrido, mas espero que dê tempo", afirma Karina Toraça, que quer uma vaga em Medicina.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG