O Palácio dos Bandeirantes, sede do governo de São Paulo, abriga até o dia 31 de agosto uma exposição com obras de artistas japoneses e nipo-brasileiros renomados, como Manabu Mabe, Tomie Ohtake, Yoshiya Takaoka, Kiyoji Tomioka, Tomoo Handa, Yuki Tamaki e Tikashi Fukushima. Com entrada e estacionamento gratuitos, a mostra Presença Japonesa na Arte Brasileira: Da Figuração À Abstração reúne 87 obras de 53 artistas, representando diferentes gerações a partir do final da década de 1920.

A exposição inclui desenhos, gravuras, pinturas e aquarelas, além de obras tridimensionais em madeira, cerâmica e acrílico, reunindo peças do Acervo Artístico Cultural dos Palácios do Governo do Estado de São Paulo, do Museu de Arte Contemporânea da Universidade de São Paulo (MAC) e do Instituto Manabu Mabe.

Segundo a curadora do Acervo dos Palácios do Governo, Ana Cristina Carvalho, ela foi idealizada para evidenciar a importância da contribuição dos imigrantes japoneses e de seus descendentes para a produção visual brasileira. Entre os destaques estão as obras Fome e Aliança III, do pintor japonês naturalizado brasileiro Manabu Mabe, um dos pioneiros do abstracionismo no País; trabalhos da série Espaço de Yutaka Toyota e cerâmicas de Kimi Nii. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Palácio dos Bandeirantes - Av. Morumbi, 4.500, tel. (0xx11) 2193-8282. De terça a sexta das 10 às 17 horas (sáb. e dom., das 11 às 16 horas). Grátis. Agendamento eletrônico: www.acervo.sp.gov.br (grupos com mais de dez pessoas).

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.