Secretários fazem caminho de volta ao Legislativo

A eleição de 2010 vai provocar já no fim deste mês seus primeiros efeitos sobre a rotina dos Legislativos estaduais. Parlamentares que estão licenciados de suas funções, ocupando outros cargos, vão reassumir suas cadeiras para disputar novo mandato em outubro.

Agência Estado |

Em São Paulo esse movimento já tem data para acontecer. Em 1º de abril seis deputados, hoje auxiliares do governo José Serra (PSDB) ou da Prefeitura de Gilberto Kassab (DEM), retornarão à Assembleia Legislativa ou à Câmara Federal.

Quatro deles reassumem seus postos no Legislativo paulista: Sidney Beraldo (PSDB e secretário estadual de Gestão), Rita Passos (PV e titular da pasta de Assistência e Desenvolvimento Social), Ricardo Montoro (PSDB e secretário municipal de Participação e Parceria) e Rodrigo Garcia (DEM e titular da Secretaria Municipal de Desburocratização). Já o secretário municipal de Esportes, Walter Feldman (PSDB), e o secretário especial de Articulação Metropolitana do prefeito Kassab, Jorge Tadeu Mudalen, voltam para Brasília.

A migração já virou um movimento tradicional em ano de eleição. O retorno às origens não é por vontade própria. A lei eleitoral exige a desincompatibilização - o afastamento do agente público do cargo se quiser disputar o pleito. É a mesma regra que obriga o governador de São Paulo, José Serra, e a ministra da Casa Civil, Dilma Rousseff, a deixarem suas funções até o dia 2 de abril para lançar-se na disputa presidencial.

"Eu já comuniquei o governador sobre a minha saída e está tudo certo. Darei expediente até o dia 1º", afirmou Beraldo, que tentará agora uma cadeira de deputado federal. Feldman, embora veterano na Câmara dos Deputados, também se encaixa nesse grupo. "É uma mudança radical porque o ritmo do Executivo e do Legislativo é completamente diferente. Vai ser difícil, mas, como Mario Covas dizia, ninguém tem o direito de abrir mão de disputar o próprio mandato." As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Leia tudo sobre: eleição

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG