Secretário-adjunto de Segurança de SP pede demissão

O secretário-adjunto da Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo, Lauro Malheiros Neto, pediu demissão na tarde de hoje. Ontem, deputados do PT na Assembléia Legislativa protocolaram pedido de criação da CPI do Achaque.

Agência Estado |

Seu objetivo é apurar denúncias sobre a ligação de Malheiros com Augusto Pena e José Roberto de Araújo, policiais acusados de achacar e seqüestrar integrantes do Primeiro Comando da Capital (PCC).

"Nos últimos dias fui surpreendido por notícias caluniosas que foram publicadas pela imprensa, procurando me vincular a policiais que são objeto de investigação criminal", afirmou Malheiros na carta de demissão entregue ao governador José Serra e divulgada pela secretaria. "Tais fatos noticiados fazem parte de uma campanha sórdida desfechada contra mim por pessoas que tiveram seus interesses contrariados no exercício da minha atividade", prosseguiu. "Preciso deixar o cargo que agora ocupo para poder me dedicar a repelir a ação sórdida das pessoas que me atacam, com interesses criminosos e subalternos", concluiu Malheiros.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG