Secretário de Turismo de Bertioga é preso por corrupção

BERTIOGA - O secretario de Turismo, Comércio e Assuntos Náuticos de Bertioga, Manfredo Zepf, de 51 anos, foi preso nesta segunda-feira (2) em flagrante por corrupção ativa após tentar subornar um policial militar Ambiental ao ser autuado por dano ao meio ambiente. Ele estava em sua chácara no município de Biritiba-Mirim, a 20 quilômetros de Mogi das Cruzes, área protegida ambientalmente.

Agência Estado |

De acordo com o Boletim de Ocorrência registrado na Delegacia Sede de Biritiba-Mirim, a prisão ocorreu por volta das 15h20. Um grupo de policiais ambientais encontrou um homem chamado Valdivino destruindo a vegetação na área que pertencia a Zepf. A partir daí, a Polícia Militar teria arquitetado um plano para atrair o proprietário à área.

Ao ser comunicado do crime ambiental, segundo o BO, o secretário ofereceu R$ 3 mil em notas de 20 reais ao policial, que acabou lhe dando voz de prisão pelo crime de corrupção ativa.

Zepf permanece preso em uma cela individual da Cadeia Pública de Mogi das Cruzes. A Prefeitura de Bertioga não quis se manifestar sobre o episódio e informou que por enquanto ninguém foi nomeado para a pasta ocupada por Zepf desde 2005. O secretário é irmão de Conrado Zepf (PRP), candidato derrotado à Prefeitura de Bertioga nas últimas eleições.

    Leia tudo sobre: bertioga

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG