Secretário de SP assume candidatura para TV Cultura

O Secretário de Estado da Cultura de São Paulo, João Sayad, comunicou oficialmente hoje a TV Cultura e seus funcionários da pasta que é candidato à sucessão na Fundação Padre Anchieta. Sayad teve um encontro com o conselho da fundação para confirmar que vai disputar a presidência no dia 10 de maio (se eleito, assumiria em 10 de junho).

Agência Estado |

Formalmente, ele tem até o dia 3 para oficializar sua candidatura - sete dias antes do dia marcado para a reunião do conselho.

De acordo com Sayad, a estrutura da fundação é propícia à criação de uma estrutura de "autosustentabilidade". O economista afirmou acreditar que o Estado pode ter "instituições que são ajudadas pelo governo, mas que tem uma sustentabilidade própria". Também mencionou aos conselheiros a necessidade de modernização da programação da TV Cultura.

Para ser presidente da fundação, ele terá de ter o nome indicado por oito conselheiros, condição que não é considerada empecilho. Além de encabeçar chapa única, Sayad tem o apoio do José Serra, ex-governador e candidato do PSDB à Presidência da República, e do governador paulista, Alberto Goldman.

Se confirmada sua escolha, Sayad sucederá o jornalista Paulo Markun, que foi preterido em seus planos de disputar a reeleição. "Não tenho nada a comentar sobre a mudança de planos em relação à sucessão na Fundação Padre Anchieta", afirmou Markun. A emissora, mantida pelo governo do Estado de São Paulo, alcança 45 milhões de brasileiros por meio da TV afiliadas e parabólicas.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG