Tamanho do texto

BRASÍLIA - O secretário estadual de Segurança Pública do Rio de Janeiro, José Mariano Beltrame, defendeu nesta quinta-feira que a formação de milícias seja tipificada como crime no Brasil. Segundo ele, atualmente, a Justiça enquadra as pessoas ligadas a esses grupos paramilitares em outros crimes.


Beltrame informou que cerca de 300 envolvidos com milícias estão presas no Estado. Temos que qualificar, pela legislação [em vigor], como [envolvidos em] formação de quadrilha, desvio de conduta, exemplificou o secretário, que participa de audiência pública na Comissão de Segurança Pública e Combate ao Crime Organizado da Câmara.

Leia mais sobre: milícia

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.