Secretário de Controle Interno pediu demissão, diz Jucá

O líder do governo no Senado, Romero Jucá (PMDB-RR), anunciou hoje que o secretário de Controle Interno da Casa Civil, José Aparecido Nunes Pires, pediu demissão do cargo. Pelo que eu sei, ele não está mais no Palácio do Planalto, declarou.

Agência Estado |

Aparecido é apontado como autor do vazamento do suposto dossiê com gastos em cartões do ex-presidente Fernando Henrique Cardoso para o gabinete do senador Alvaro Dias (PSDB-PR).

Jucá antecipou que a base aliada não permitirá uma nova tentativa da oposição de convocar a chefe da Casa Civil, Dilma Rousseff, por causa da revelação do autor do vazamento. O líder do PSDB no Senado, Artur Virgílio (AM), anunciou a disposição de convocar Dilma à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ). "A ministra já veio ao Senado e deu um show", justificou o líder do governo no Senado, referindo-se ao depoimento de Dilma, na quarta-feira, na Comissão de Infra-Estrutura da Casa.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG