Secretaria suspende cirurgias eletivas pelo SUS no RS

A Secretaria da Saúde do Rio Grande do Sul anunciou neste sábado que vai suspender temporariamente as cirurgias e internações eletivas pelo Sistema Único de Saúde (SUS) em todo o Estado. A decisão entra em vigor logo que a portaria for publicada pelo Diário Oficial do Estado, possivelmente na segunda-feira, e deve ser cumprida por todos os hospitais que atendem pacientes pelo SUS.

Agência Estado |

Aos hospitais da rede privada será emitida recomendação para que adotem a mesma providência.

A suspensão das cirurgias eletivas deve liberar leitos dos hospitais para o atendimento de pessoas infectadas pelo vírus A H1N1 no período mais crítico da epidemia da gripe no Rio Grande do Sul, previsto para a primeira quinzena de agosto.

O secretário da Saúde, Osmar Terra, acredita que o número de casos da doença deve dobrar a cada semana, podendo passar dos 200 mil até o final do mês. Mesmo que a letalidade da gripe A H1N1 seja considera inferior à da gripe sazonal, os óbitos também tendem a se multiplicar. Até este sábado estão confirmadas 25 mortes decorrentes da doença no Rio Grande do Sul.

A expectativa das autoridades sanitárias gaúchas é que a velocidade de propagação do vírus A H1N1 no Estado tenda a cair a partir da segunda metade de agosto, quando a temperatura começa a subir.

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG