Secretaria descarta ocorrência de gripe suína em SP

A Secretaria Estadual da Saúde de São Paulo descartou hoje a ocrrência de casos de gripe suína no Estado. Um homem de 24 anos que voltou do México dia 16, porém, segue internado no Hospital Emílio Ribas, na capital, por precaução.

Agência Estado |

Ele procurou o hospital sábado com tosse e dores no corpo. Uma mulher que voltou de viagem do México também passou por avaliação ontem no Emílio Ribas, mas já foi liberada, com diagnóstico de sinusite.

Segundo a secretaria, o quadro clínico do rapaz não cumpre os critérios do Ministério da Saúde para a definição de casos suspeitos de gripe suína, pois ele não teve febre. Há suspeita de que o homem tenha dengue. Amostras de sangue e secreção nasal serão encaminhadas para análise do Instituto Adolfo Lutz.

Hoje, a Espanha confirmou o primeiro caso de gripe suína na Europa. Vinte casos já foram confirmados nos Estados Unidos. A Organização Mundial de Saúde (OMS) antecipou para hoje uma reunião para discutir mudança no nível de alerta de risco de deflagração da gripe suína. A OMS poderá elevar o nível de alerta para fase 4 ou 5 como resultado do surto de gripe suína, disse hoje, em teleconferência, o porta-voz da OMS Gregory Hartl. O nível de alerta atual está na fase 3. A elevação para o nível 4, por exemplo, indicaria um "aumento significante no risco de uma pandemia (epidemia generalizada)". No México, 110 pessoas morreram com suspeita da doença.

    Leia tudo sobre: gripe suína

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG