Secretaria cadastra famílias atingidas por fogo em São Paulo

SÃO PAULO - A Secretaria Municipal de Assistência Social da capital paulista cadastrou 232 famílias desabrigadas afetadas pelo incêndio que atingiu no fim da tarde de domingo a favela Diogo Pires, no bairro do Jaguaré, zona oeste de São Paulo.

Redação com Agência Estado |

De acordo com informações da "Agência Brasil", ainda não foi possível determinar o número exato de pessoas atingidas pelo fogo.

Vagner Campos / Futura Press
Vista dos barracos destruídos após incêndio em favela de São Paulo

A secretaria informou que já foram distribuídos 694 cobertores, 644 cestas básicas e 644 colchões para os desabrigados pelo incêndio.

Vagner Campos / Futura Press
Morador no terreno em SP
O incêndio na favela Diogo Pires começou por volta das 17h50 de domingo e atingiu, segundo o Corpo de Bombeiros, uma área de cerca de 800 metros quadrados, o que exigiu o trabalho de 85 bombeiros e 26 viaturas no combate ao fogo.

Cinco pessoas sofreram intoxicação pela fumaça e foram encaminhadas, de ambulância, para um hospital da região. Outras se feriram levemente por quedas enquanto corriam para fora dos barracos.

Moradores

Nesta segunda-feira, alguns moradores da favela Diogo Pires voltaram ao local para procurar por seus pertences em meio aos barracos destruídos.  

As causas do fogo, que começou por volta das 17h50 e só foi controlado 3 horas depois, são desconhecidas - moradores alegam que ocorreu curto-circuito em uma fiação.

Assista ao vídeo sobre o incêndio

Leia mais sobre: incêndio

    Leia tudo sobre: favelafogoincêndio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG