Chuvas de fevereiro no principal reservatório da Grande SP já superaram em 30,6% o previsto para todo o mês

O Sistema Cantareira, principal reservatório da Grande SP, registrou nesta quinta-feira a sua 14ª subida consecutiva: registrou um aumento de 0,6%, chegando a 9,5% da capacidade, já contabilizada a água da segunda cota do volume morto. As informações são da Companhia de Saneamento Básico do estado de São Paulo (Sabesp).

Leia também:

Câmara Municipal convida Alckmin e Haddad para explicarem crise hídrica

Se somado o acréscimo desde o início do mês de fevereiro, a alta do Cantareira é de 4,5%. Com essa elevação, o manancial, que abastece 6,2 milhões de pessoas, alcançou o patamar que registrava em novembro do ano passado. As chuvas de fevereiro no Sistema Cantareira já superaram em 30,6% o previsto para todo o mês

Na última semana, o governador de São Paulo Geraldo Alckmin anunciou que o estado terá um plano de contingência para enfrentar a crise hídrica que afeta a região metropolitana da capital. O plano vai prever, por exemplo, como deve ser feito o abastecimento de instituições que não podem prescindir do fornecimento de água, como as escolas, os hospitais e penitenciárias.





    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.