Câmara Municipal convida Alckmin e Haddad para explicar crise hídrica

Por iG São Paulo | - Atualizada às

compartilhe

Tamanho do texto

Iniciativa da bancada do PT teve apoio de parlamentares do PV, PMDB, PROS, DEM, PSD e do PTB

Com o apoio de 30 vereadores, a Liderança da Bancada do PT na Câmara Municipal protocolou um requerimento para expedir um ofício, em caráter de urgência, que convida o governador de São Paulo Geraldo Alckmin (PSDB) e o prefeito da capital Fernando Haddad (PT) a prestarem esclarecimentos sobre medidas que estão sendo adotadas para o enfrentamento da crise da água. Subscreveram o requerimento parlamentares do PV, PMDB, PROS, DEM, PSD e um do PTB, além da Bancada do PT

Alckmin e Haddad receberão convite da presidência da Câmara para audiência
Divulgação/Du Amorim
Alckmin e Haddad receberão convite da presidência da Câmara para audiência

Leia mais: Sabesp corta água em SP e não só reduz pressão, denunciam técnicos da empresa

Rodízio é próxima opção, mas não há decisão, diz secretário de Recursos Hídricos

O convite tem por objetivo o diálogo com governador e prefeito para que a Câmara estude medidas no âmbito do Legislativo para atacar a crise na Cidade, tendo em vista a queda constante dos reservatórios que fornecem água à população e a situação de alerta causada pelo problema.

De acordo com o líder da Bancada, vereador Alfredinho, “a Câmara Municipal precisa conhecer quais estudos, medidas e outras obras em curso no Estado planejadas para que se tomem providências relacionadas ao tema”. Alfredinho já conversou com o prefeito Haddad, que se dispôs a vir para explicar que medidas vêm sendo adotadas na Cidade para economia de água nos equipamentos públicos.

A proposta do PT é ouvir Alckmin e Haddad no mesmo dia, em Plenária Especial e aberta ao público. O convite será enviado oficialmente pelo presidente da Câmara, Antônio Donato.

Leia tudo sobre: secacrise hídricacrise da águaGeraldo AlckminPSDBFernando HaddadPT

compartilhe

Tamanho do texto

notícias relacionadas