Outros três mananciais tiveram ligeiros aumentos

Agência Brasil

O Sistema Cantareira, principal manancial de abastecimento de água da região metropolitana de São Paulo, opera hoje (13) com 6,9% de sua capacidade, com alta de 0,2%, na oitava elevação seguida. A quantidade de chuva foi pequena, de apenas 2,1 milímetros, mas no acumulado do mês subiu para 145,9 milímetros, próximo da média histórica de fevereiro que é 199,1 milímetros.

LEIA TAMBÉM:
Alckmin vai esperar até fim de março para oficializar rodízio de água

Mais três mananciais apresentaram ligeiros aumentos : o Alto Tietê passou de 13,2% para 13,3%; Rio Grande subiu de 79,8% para 79,9% e Rio Claro passou de 31,7% para 31,8%. Guarapiranga com 55,2% e Alto Cotia com 34,3%, permaneceram estáveis.

De acordo com o Centro de Previsão de Tempo e Estudos Climáticos (Cptec), as pancadas de chuvas devem continuar nas áreas dos mananciais, incluindo as nascentes que alimentam o Sistema Cantareira ao Sul de Minas Gerais.

Veja imagens dos reflexos da crise da água em São Paulo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.