Blogueira, que mora em bairro nobre da capital paulista, afirma ter passado a usar xampu a seco; governador nega rodízio

Sophia Alckmim passou a usar xampu a seco
Divulgação
Sophia Alckmim passou a usar xampu a seco

Sophia Alckmin diz ter deixado de lavar o cabelo todo dia em meio à  crise hídrica que atinge o Estado que seu pai, Geraldo Alckmin (PSDB) , governa.

"Estou fazendo muita coisa para economizar. Não lavo mais o cabelo todo dia. Agora uso xampu a seco. É ótimo", disse Sophia à coluna de Mônica Bergamo, do jornal "Folha de S.Paulo", que relata faltar água no Itaim Bibi, onde mora a filha do governador.

Embora a gestão Alckmin negue a existência de um rodízio ou de um racionamento na Região Metropolitana de São Paulo, técnicos da Sabesp - a empresa de abastecimento controlada pelo governo - admitem que já têm realizado cortes desde o ano passado na capital.

Leia e assista: Sabesp faz cortes e não só redução de pressão da água, denunciam técnicos

Oficialmente, a redução do gasto de água tem sido feita por meio de diminuição da pressão (para reduzir o desperdício com vazamentos), estímulos financeiros (bônus para quem economiza, sobretaxa para quem aumenta o consumo) e distribuição de equipamentos como economizadores de água. A falha de abastecimento atingiria "bem menos de 1%" da população, diz a Sabesp.

A oficialização de um rodízio, entretanto, é o "próximo passo" a ser tomado pelo governo caso se confirmem as previsões de pouca chuva nos meses de fevereiro e março, adiantou nesta sexta-feira (6) o secretário de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga.

Veja imagens da seca em São Paulo


    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.