Se você casar ou divorciar, terá de plantar árvore

Imagine o caro leitor se, ao casar, divorciar ou mesmo comprar automóvel, fosse obrigado a plantar uma determinada quantidade de árvores, com o objetivo de ¿combater o aquecimento global¿. Pois é exatamente isso o que estabelece o Projeto de Lei 2900/08, de autoria do deputado Manato (PDT-ES), que será analisado pela Comissão de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável antes de ser encaminhado à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara.

Congresso em Foco |

A proposta torna obrigatório o plantio de árvores e congêneres nos casos de divórcio (25 exemplares), casamento (10 unidades), construção de edifícios e compra de carro novo. Segundo o deputado, todas essas situações implicam aumento no consumo de água e de energia, além de resultar em alterações estruturais de ocupação do espaço urbano.

Leia tudo no Congresso em Foco

    Leia tudo sobre: aquecimento globalcasamentocâmaradivórcio

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG