SC decreta luto por mortes de gaúchos na BR-282

Colisão frontal entre caminhão e ônibus aconteceu na madrugada deste sábado e matou 26 pessoas

iG São Paulo |

O governo de Santa Catarina decretou luto de três dias em solidariedade às 26 vítimas do acidente que envolveu um ônibus de turismo que transportava 47 gaúchos , na Rodovia BR-282, no último sábado. O governador do Estado, Raimundo Colombo, telefonou para o governador do Rio Grande do Sul, Tarso Genro, se solidarizando com a tragédia ocorrida em seu território.

nullO chefe do Executivo catarinense também solicitou que a Defesa Civil de seu Estado, juntamente com os órgãos de Segurança Pública, prestassem todo o apoio às vítimas e seus familiares.

O acidente

A colisão frontal aconteceu por volta das 3h15, logo depois de uma curva, entre um caminhão bi-trem, que transportava pranchas de madeira, e um ônibus de turismo, da empresa Nyland, que levava 47 passageiros do município de Santo Cristo, no Rio Grande do Sul, em excursão para as cidades de Marechal Cândido Rondon e Pato Bragado, no Paraná. Morreram os motoristas do caminhão e do ônibus e uma passageira do caminhão, além de 23 pessoas que estavam no coletivo.

O ônibus transportava uma equipe de bolão, um esporte muito popular entre idosos no Rio Grande do Sul e semelhante ao boliche e à bocha. Eles iam disputar uma partida amistosa no Paraná e os passageiros eram todos familiares e amigos.

Segundo o governo do Rio Grande do Sul, o ônibus teria como destino final a cidade de Pato Bragado (no oeste do Paraná), levando a equipe que participaria de uma confraternização no Paraná. Na tarde deste sábado, a equipe faria uma partida amistosa com o time do Clube Aliança, em Marechal Cândido Rondon. No domingo, os gaúchos participariam de outro evento esportivo com a equipe de bolão de Pato Bragado.

A tragédia chocou a comunidade de Linha Salto, formada por pequenos agricultores e comerciantes. Entre perplexos e desesperados, os moradores do distrito passaram o sábado no salão comunitário, oferecendo e recebendo consolo em meio a orações e a uma celebração religiosa, na qual o padre leu o nome das vítimas . Um grupo de homens escavou as covas e construiu os túmulos. As prefeituras de Santo Cristo e Santa Rosa e os governos do Rio Grande do Sul e de Santa Catarina decretaram luto oficial de três dias.

* Com Luciana Cristo, iG Paraná, e Agência Estado

    Leia tudo sobre: acidenteestradassanta catarina

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG