Saúde distribuirá publicação sobre procedimento cirúrgico a hospitais

Em uma parceria entre Ministério da Saúde e a Organização Pan-Americana de Saúde (OPAS) foi lançado ontem, no Hospital Sírio-Libanês, a campanha Cirurgias Seguras Salvam Vidas. A campanha prevê a distribuição de protocolos de procedimentos corretos e boas práticas antes, durante e depois da cirurgia, de acordo com informações do ministério.

Agência Estado |

A campanha tem como meta garantir melhor qualidade dos serviços para evitar complicações pós-cirurgia, diante o grande número de cirurgias realizada no País. Os hospitais credenciados pelo Sistema Único de Saúde (SUS) realizaram 2,7 milhões de cirurgias de diferentes níveis de complexidade, de janeiro a setembro deste ano. Foram gastos até agora R$ 2,7 bilhões.

A partir de um estudo sobre complicações cirúrgicas, a Organização Mundial de Saúde (OMS) desenvolveu o protocolo de procedimentos, traduzido pela por meio de uma parceria entre Brasil e OPAS. A publicação será distribuída a 15 mil unidades hospitalares credenciadas pelo SUS e, embora 90% dos procedimentos de alta complexidade ocorram no SUS, o ministério pretende fazer com que esses protocolos cheguem à rede hospitalar particular.

AE

    Leia tudo sobre: iG

    Notícias Relacionadas


      Mais destaques

      Destaques da home iG